A importância de dormir bem (6 dicas)

Dormir bem é fundamental para a nossa saúde e bem-estar. Descobre quais as horas indicadas de sono por idade e como ultrapassar o calor durante a noite.
colmol-6-dicas-para-dormir-bem

Por que é importante dormir bem

Passamos um terço da nossa vida a dormir. Esta é uma função absolutamente essencial e que interfere em várias outras áreas da nossa vida. Todos temos uma necessidade específica de sono e essa necessidade deve ser consciente e respeitada de forma a manter o equilíbrio do nosso sistema biológico.

O sono existe para que todas as outras funções cerebrais e de todos os outros órgãos aconteçam de forma mais eficaz e eficiente. No caso do cérebro em particular, o sono tem consequências em funções neurológicas como a linguagem, a memória, a mobilidade ou a sensibilidade de um dos membros. Todas estas funções se tornam menos eficientes quando existe uma perturbação do sono.

Há três fatores em particular com uma influência exponencial no sono: o estado emocional, a alimentação e exercício físico. Descuidar os hábitos de vida saudável é a receita perfeita para não se conseguir dormir bem — e sofrer as consequências disso.

Um sono de qualidade e por tempo adequado pode proporcionar diversos benefícios à saúde. Entre eles manter um peso saudável, diminuir o risco de desenvolver doenças como diabetes e problemas cardiovasculares, maior facilidade em manter a concentração, redução do stress, redução da probabilidade de acidentes causados pelo cansaço e boa disposição.

Quem dorme o suficiente não só se sente melhor no geral, como também aumenta as suas probabilidades de viver de forma mais saudável e produtiva.

Horas de sono recomendadas por idade

Quantas horas de sono precisamos? Os especialistas recomendam em média oito horas de sono de qualidade por dia para os adultos. Naturalmente que este número varia de acordo com a idade, bem como com as necessidades de desenvolvimento de cada um.

Estas são as horas de sono recomendadas de acordo com a idade:

  • Bebé dos 0 aos 3 meses: 14 a 17 horas
  • Bebé dos 4 aos 11 meses: 12 a 16 horas
  • Criança de 1 a 2 anos: 11 a 14 horas
  • Criança de 3 a 5 anos: 10 a 13 horas
  • Criança dos 6 aos 13 anos: 9 a 11 horas
  • Adolescente dos 14 aos 17 anos: 8 a 10 horas
  • Adultos a partir dos 18 anos: 7 a 9 horas
  • A partir dos 65 anos: 7 a 8 horas

Estas são apenas recomendações gerais, mas será mais importante compreender as suas próprias necessidades de sono e ajustar o seu horário em função das mesmas.

Sintomas da privação de sono

Dormir menos do que precisamos com alguma frequência tem várias consequências nefastas no nosso organismo. Algumas delas podem não se tornar óbvias imediatamente, mas os riscos aumentam consideravelmente.     

Alterações nas capacidades cognitivas — nomeadamente da atenção, do tempo de reação, da memória, da capacidade de tomar decisões, do humor —, maior probabilidade de desenvolver doenças como obesidade, diabetes, hipertensão e outras doenças cardiovasculares, transtornos mentais, entre outras alterações imunológicas. A primeira consequência será sonolência diurna excessiva e maior risco de acidentes.

É curioso saber que a privação crónica de sono pode levar a uma diminuição da sensação de sonolência. No entanto, as alterações neuro-cognitivas e psicológicas que lhe estão associadas mantêm-se. Isto significa que podemos não sentir muito sono, mas ainda assim sofrer grandes alterações no nosso desempenho relacionadas com a privação do mesmo.

Em geral, a falta de uma boa noite de sono pode causar problemas de saúde, diminuir a expectativa de vida e influenciar no bem-estar diário.

 

O que fazer para dormir bem a noite toda: 6 dicas

  • Ter um horário de sono regular

O nosso corpo adora rotinas, pelo que deitar-se e levantar-se sempre à mesma hora (incluindo fins de semana, dias de férias e assim) é o melhor que pode fazer pela higiene do seu sono.

  • Desligar a televisão, o telemóvel e outros aparelhos

Todos os aparelhos eletrónicos devem estar desligados e fora do quarto cerca de 30 minutos antes da sua hora habitual para dormir. Os equipamentos contribuem para nos entusiasmar e impedem o relaxamento necessário ao sono.

  • Preparar o quarto para o sono perfeito

Para além dos aparelhos, as preocupações e todos os elementos que lhe causam perturbação são para ficar do lado de fora da porta.

O quarto deve estar escuro, silencioso e a uma temperatura amena. Se não gosta de escuridão absoluta, opte por uma suave luz amarela (a cromoterapia indica que esta cor favorece o sono). Se o barulho o incomoda, recorra a tampões para os ouvidos. Tente manter uma temperatura confortável na divisão, entre os 18ºC e os 21ºC.

Ter um quarto preparado para o sono é ter o colchão mais indicado para si, uma almofada de acordo com a posição em que dorme e roupa de cama confortável.

  • Manter um estilo de vida saudável

No nosso corpo tudo está interligado. Assim, fazer os possíveis por manter um estilo de vida saudável terá influência na hora de dormir. Praticar exercício físico regularmente, evitar café a partir de certa hora, apostar em jantares mais leves, não fumar e não beber em excesso são apenas alguns exemplos.

  • Apostar numa almofada com aromaterapia

A aromaterapia tem benefícios comprovados a nível da saúde e bem-estar. Um deles é ajudar ao relaxamento e a dormir melhor. Aposte numa almofada com aromaterapia e terá noites de sono mais calmas.

  • Não ceder à tentação de dormir uma sesta

As sestas são de evitar, especialmente para quem sofre de insónias. Se não conseguir resistir a uma sesta, tente que seja curta – não mais do que 30 minutos e, de preferência, logo após o almoço, para que não interfira com o sono da noite.

 

Sentes calor quando dormes? Como ter menos calor durante a noite

Demasiado frio e demasiado calor são situações muito incómodas durante a noite. Para quem tem problemas respiratórios, ainda pior. Quem se vê aflito para dormir com o calor deve ventilar o quarto (mais de dia do que noite), deixar as persianas (ou equivalente) sempre a meio de forma a evitar que entre a luz solar direta (que aquece), optar por roupa de cama fresca e, talvez mais importante ainda, apostar num colchão fresco.

Por que é que devo apostar num colchão fresco?

Estamos em contacto direto com o colchão durante toda a noite. De nada serve apostar em roupa de cama bastante fresca se o colchão em si foi feito para as noites de inverno.

Cada colchão é elaborado com materiais diferentes, preparados para os vários tipos de pessoas. Não só no que se refere à posição de dormir ou à preferência pela firmeza, mas também de acordo com as tuas necessidades várias de sono, entre as quais a temperatura. Se existem colchões mais bem preparados para te proporcionar noites de sono muito quentes e aconchegantes, também os há para te assegurar uma sensação de frescura relaxante. Quem sofre mais de calor do que de frio durante a noite deve apostar num colchão fresco.

 

Colchões frescos da Colmol  

Colchão de Molas SPA Air Ice (Premium)

O calor durante a noite é um incómodo que nos impede de dormir descansados. Para quem sofre desse mal, o colchão de molas Premium SPA Air Ice garante-te sono profundo numa cama fresca. Equipado com uma suspensão adaptável e reativa a qualquer movimento do corpo, tem pontos de contactos precisos em três zonas do corpo para que possas adormecer rapidamente num ambiente de conforto relaxado.

colmol-colchao-fresco-spa-air-ice

A suspensão Dual Design oferece um sistema único de estabilidade. Não só irás beneficiar de um sono equilibrado, como também te proporciona uma variante lúdica de descanso, equivalente a uma massagem de SPA.

O equilíbrio térmico é obtido pelo tecido ICE, que oferece uma sensação instantânea de frescura. Tem uma excelente capacidade de absorção de humidade, que melhora a circulação do ar no colchão. A camada Viscoelástica tem uma infusão de gel, cuja memória adaptável causa a dispersão da pressão, melhorando significativamente a transferência de calor quando a espuma é comprimida. Assim, não só contribui para reduzir a transpiração, como proporciona sensação de gravidade zero e melhora a qualidade do sono com sensação de frescura.

O SPA Air Ice tem a maior área útil para um descanso reparador. A espuma de alta densidade confere maior durabilidade ao colchão e estabilidade ao corpo, ao mesmo tempo que assegura suspensão adaptável e liberdade de movimentos.

Colchão SSI Titanium Coolgel (Premium)

Não esperes mais pela sensação de frescura assim que te deitas. O Titanium Coolgel promove a troca inteligente de calor e deixa-te dormir toda a noite com a temperatura corporal perfeita.

colmol-colchao-fresco-ssi-titanium-coolgel

O tecido Thermic incorpora uma tecnologia de cápsulas que armazenam, libertam ou absorvem calor à medida que oscilam, ajudando a manter o equilíbrio térmico. Assim, a humidade é reduzida, mas sem deixar de proporcionar uma sensação de frescura.

A espuma Comfort aumenta a sensação de suavidade ao deitar e o sistema de molas ensacadas SSI super duráveis em liga de titânio, cobertas em cobre com diminuição da energia estática, asseguram independência de movimentos.

O Titanium Coolgel é ideal para quem adora sentir-se delicadamente envolvido, com um alívio de pressão da viscoelástica com sensação de gravidade zero e frescura de infusão de gel. A infusão de gel adaptável permite a dispersão da pressão, melhorando significativamente a transferência de calor quando a espuma é comprimida. Desta forma, reduz a transpiração e melhora a qualidade do sono com sensação de frescura.

A tecnologia exclusiva em molas ensacadas absorve progressivamente o peso e alivia os pontos de pressão, enquanto apoia a coluna vertebral. Maior suporte. Maior durabilidade. Máxima ventilação.

Contacta-nos através de suporte@colmol.pt ou +351 256 880 680 😃

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos

pt