FAQ's

O que fazer com o meu colchão antigo?

O colchão antigo é considerado “monstro” e carece de cuidados especiais na hora de te desfazeres dele. A Colmol dispõe de um serviço de recolha de colchões antigos nas zonas de Lisboa e Porto, com o valor de 30€ por unidade. Se não vives nesses concelhos, o ideal é agendares a sua recolha com os serviços camarários da zona onde vives.

 

Como sei a medida do colchão aconselhada para mim?

Recomendamos 10 cm a mais à altura da pessoa mais alta que dorme no colchão. Assim, se medir 190 cm deve escolher um colchão de comprimento 200 cm.

 

Quanto mais alto o colchão de espuma, maior a densidade?

A altura do colchão sozinha não tem nada a ver com a densidade. A altura do colchão vai transmitir imponência e beleza ao seu quarto. A densidade vai depender da quantidade de matéria-prima utilizada nesse colchão. Por exemplo: Para uma pessoa de estatura média, um colchão D30 de 12 cm suportará melhor o nosso corpo que um colchão D20 de 22 cm.

 

Qual é a diferença entre um colchão de molas e um colchão de espuma?

O colchão de molas tem por característica a propriedade de possibilitar alto conforto, resistência, respirabilidade e durabilidade para pessoas com maior peso. Quando o colchão é de boa qualidade a durabilidade é muito maior que o colchão de espuma.

Os colchões de espuma possuem várias densidades, cada uma delas é indicada para uma determinada faixa de peso. Isso possibilita uma maior adaptação do colchão à estrutura de corpo da pessoa, aumentando o conforto e a durabilidade.

Um colchão deve ser firme ou macio?

O nível de firmeza do colchão ideal para ti depende geralmente do teu tipo de corpo, posição de dormir e preferência pessoal. Algumas pessoas preferem dormir numa superfície mais macia, enquanto outras precisam do apoio que um colchão médio-firme para evitar dores nas costas. Geralmente, um colchão demasiado firme pode inibir a circulação, enquanto um colchão macio não suporta suficientemente a área da lombar e do ombro. A maioria das pessoas adapta-se bem com um colchão descrito como médio-firme.

 

Qual a vantagem do colchão enrolado?

Depois de produzido, o colchão é enrolado a vácuo e colocado numa caixa especialmente desenhada para um transporte fácil. Benefícios deste tipo de embalagem:
- Compressão do produto em 80% (torna-se mais fácil de manusear).
- É possível transportar 5x mais produto no mesmo espaço disponível.
- Diminui drasticamente a emissão de CO2 para o planeta.
Assim que o recebes em tua casa, basta abrir a caixa, retirar o colchão para cima do estrado, abrir a embalagem e deixá-lo recuperar a sua forma. Ao final de pouco tempo, estará prontinho para começares a dormir bem!

 

Como sei quando preciso de um colchão novo?

O teu corpo vai dizer-te! Se um colchão estiver desgastado, provavelmente começarás a sofrer de dor nas costas ou no pescoço, já que não está a proporcionar-te o suporte necessário. Também existem vários fatores naturais que poderão contribuir para acordares mais cansado, perdendo qualidade de sono:

  • Alteração do estado físico;
  • Idade;
  • Maternidade.

Independentemente de todas estas questões, recomendamos mudar o colchão ao fim de 7 anos.

 

Quanto tempo dura um colchão?

A cama e o colchão são provavelmente uma das peças de mobiliário mais usadas na casa, por isso, naturalmente, não durará para sempre. Com o tempo, é normal o colchão começar a perder firmeza e elasticidade. A maioria dos colchões costuma durar entre de 7 a 10 anos antes de mostrar sinais de desgaste. Recomendamos substituir o colchão a cada 7 anos. A maioria das pessoas transpira durante a noite, essa humidade vai-se acumulando na base da cama e cria um terreno fértil para ácaros e outras bactérias. Assim, enquanto um colchão pode durar 10 anos, por razões de higiene é melhor substituí-lo depois de 7.

 

Vale apena investir em colchões mais caros?

O colchão é um produto que a utilizamos todos os dias, durante aproximadamente 6-8 horas. Se investir num colchão de 1.000€ que dure 10 anos, estará a pagar aproximadamente 0,28€ por noite.

Embora a maioria das pessoas saudáveis ​​não precise necessariamente do colchão mais caro, deve ser visto como um investimento – especialmente para a saúde. Um colchão de boa qualidade não só permitirá que durmas profundamente todas as noites, como também vai evitar dores a longo prazo. Por isso, deves escolher um colchão que use materiais de boa qualidade e que seja adequado para a tua posição de dormir e tipo de corpo.

Como sei se um colchão é o certo para mim?

A Colmol conta com 48 anos de experiência a produzir colchões e um vasto conhecimento sobre este tipo de produtos para o teu descanso. Com base em vários estudos e opiniões de clientes diversos, desenvolvemos o questionário disponível no website, que analisa variáveis como a idade, o peso, a posição de dormir e os fatores que perturbam o sono e indicam qual o colchão ideal para ti (e para a pessoa que dorme contigo). 

Também poderás experimentar os colchões e encontrar o melhor para ti, nas nossas lojas oficiais ou nos revendedores aderentes espalhados pelo país. 

Se não te adequares ao colchão, tens 14 dias para o devolver se qualquer problema.

 

Quais são as dicas para que o colchão dure mais?

  • Após começar a utilizar, o colchão não deve ser dobrado em nenhuma circunstância.
  • Evitar que as crianças saltem sobre o colchão.
  • Não apoiar objetos pesados ou pontiagudos sobre a superfície do colchão.
  • Não expor o colchão diretamente ao sol, apenas ventila-lo regularmente.
  • Não apoiar o colchão numa base inadequada ou em mau estado.
  • A cada 30 dias, girar o colchão de cima para baixo e da direita para a esquerda, caso seja aplicado

 

Como mantenho meu colchão limpo?

Durante a noite, transpiramos e perdemos muitas células da pele, que atraem ácaros e outras bactérias. É MUITO importante manteres o teu colchão limpo. Mudar a roupa de cama regularmente, arejar a cama frequentemente e remover manchas rapidamente.

 

Como limpar uma mancha do colchão?

Dependendo da mancha, procure fazer a limpeza através de materiais adequados.

 

Vale apena utilizar protetores e capas de colchão?

Protege o teu investimento. É recomendado utilizar capa ou protetor de colchão, de forma a proteger o colchão a eventuais manchas e líquidos, ao mesmo tempo que têm efeito de barreira anti-ácaros, protegendo-o enquanto dorme. Ver roupas de cama.

 

Para que serve um topper ou sobrecolchão?

Se o teu colchão já não é tão confortável como quando o compraste, um sobrecolchão pode ser uma boa forma de conseguir voltar a ter um sono confortável. Tal como acontece com os colchões, os sobrecolchões também possuem diferentes tipos de materiais, densidades e espessuras que proporcionam diferentes tipos de conforto.

 

Posso usar o edredão no verão e inverno?

O Edredão Nórdico pode ser utilizado durante todo o ano e não apenas no inverno ou no verão. A sua composição em microfibra regula a temperatura e promove a circulação do ar.

 

Como posso montar a base de arrumação?

Recomendamos que sigas as instruções no manual que se encontra dentro da caixa do sommier. Ou ver este vídeo.

 

Qual a medida do sommier para o meu colchão?

O colchão deve sempre ser comprado a par com a cama e encaixar na perfeição no sommier. Se for demasiado grande, como é óbvio, não caberá. Se for pequeno, acabará por se mover sobre a superfície, pelo que se perde a estabilidade e o conforto. Por norma, as medidas do colchão são as mesmas da base.

 

A almofada faz a diferença no sono?

Uma boa almofada torna-se importante para que a posição da cabeça fique alinhada com a coluna vertebral e evite as dores musculares, torcicolos e outras tensões musculares. O propósito de adormecer é descansar, relaxar e revitalizar as energias para o próximo dia e descuidar-se da importância da almofada, é diminuir a qualidade do sono.

Cada pessoa tem uma estrutura corporal diferente e também posições favoritas para dormir. A almofada para quem tem predisposição para adormecer de lado deve ser diferente daquela que dorme de bruços, por exemplo. Ver almofadas.

 

Que tipo de superfície é aconselhável para o meu novo colchão?

Deve colocar o colchão sobre um estrado, base ou sommier com as seguintes características:

  • Capacidade de suporte, para amortecer e absorver os choques e pesos exercidos.
  • Durabilidade dos materiais do colchão e preservação das suas características.
  • Estabilidade, pois terá grande influência na vida útil do colchão.

A escolha de uma boa superfície é o ponto chave para garantir um melhor conforto durante o sono.

 

O que é o borboto ou pilling?

O Pilling (vulgarmente conhecido como “borboto”, em português) acontece nos colchões devido à fricção que é aplicada repetidamente na superfície do tecido que cobre o colchão, de tal forma que as fibras do tecido soltam-se e o atrito causado sobre elas as faz enrolar, criando o referido “borboto”.

 

Quais são as causas do pilling?

O pilling pode ocorrer devido a várias razões, mas as mais comuns são o tipo de tecelagem e o tipo de fibra usadas para produzir o tecido. Os tecidos apertados serão menos propensos a pilling porque as fibras têm menos tendência a "emergir" para a superfície. O atrito é causado pelo uso normal de um colchão ao longo do tempo e à medida que os usuários friccionam a superfície do tecido, mesmo através dos lençóis tradicionalmente intercalados.

O senso comum diz-nos que as fibras sintéticas são menos propensas a pilling, mas a verdade é exatamente o oposto. As fibras naturais, como o algodão ou o linho, eliminam facilmente as fibras soltas, tornando menos percetível o pilling na forma de borboto. Fibras sintéticas como poliéster ou poliamida são mais fortes, resultando na fixação mais segura dos borbotos na superfície e por isso mais visíveis.

 

O pilling é considerado um defeito no tecido?

É importante saber que pilling não é um defeito do tecido que cobre o seu colchão. Muitos vêem o pilling como a "desintegração" do seu revestimento de colchão mas, no entanto, não é esse o caso. Pelo contrário, é uma ocorrência "natural" causada pelo desgaste do tecido que cobre o colchão. O pilling não é apenas um processo natural, mas também é bastante fácil de remover.

 

Como remover o pilling?

Existem muitos métodos para remover o pilling do tecido que cobre o seu colchão, mas o mais eficaz é o uso de um “barbeador” de tecido a pilhas. Os “barbeadores” de tecido são projetados especificamente para cortar e aspirar o pilling no tecido sem o estragar. São projetados com uma lâmina de elevada rotação, protegida por uma rede sobre a lâmina. Esse método praticamente não oferece problemas e fará com que o tecido que cobre o seu colchão pareça novo.