Qualidade VS Preço: 4 dicas para escolheres o melhor colchão

Conseguir comprar um colchão barato e com qualidade, pode parecer um verdadeiro desafio. Mas, não te preocupes! Chegaste ao sítio certo para poderes riscar mais esse problema da tua lista.

Mulher a domir na cama

 

Ter um bom colchão é importante para que consigas dormir bem e para que o teu corpo e mente funcionem da melhor forma. Quantas vezes já acordaste com aquela sensação de que foste atropelado/a por um camião, com dores no corpo e sem motivação? 

O sono é fundamental para a tua saúde. É necessário para o teu bem-estar físico e mental. No entanto, nem sempre é possível ter o sono reparador de que precisas, não é?  Isto deve-se a vários fatores, como, por exemplo, a qualidade do colchão em que dormes. 


Como sei que preciso de um colchão novo

Nem sempre é fácil separares-te do teu velho amigo. Conseguimos perceber bem isso. É complicado separarmo-nos de algo que se teve durante tanto tempo e com o qual sempre se contou. 

O teu amigo colchão tem estado lá sempre, para te: 

  • deixar dormir bem aos fins-de-semana
  • confortar quando estás doente
  • ajudar nas pausas depois de um dia cansativo

Mas será que estás realmente a conseguir o sono que precisas e mereces, ou será que acabaste por te habituar ao sono que estás a ter?

Sabemos que não é fácil dizer adeus ao teu querido colchão, mas pensa que um bom sono é dos melhores investimentos que podes (e deves) fazer. Um mau colchão é uma grande razão para continuares a dormir mal.

Se queres saber se o teu colchão passa ou não no teste, apresentamos-te várias dicas do que deves analisar para chegares, com segurança, ao veredicto final: vai ou fica? 

O teu colchão tem mais de 7 anos

A idade pode trazer coisas boas, mas, no caso dos colchões, só traz coisas más. Provavelmente vais querer dormir no teu colchão para sempre, mas pensa no desgaste por que ele já passou: 

  • suor 
  • humidade
  • diferenças de temperatura
  • mudanças de posição
  • ganho ou perda de peso
  • novo parceiro de sono...

Um verdadeiro guerreiro, não há dúvida!

Está fraco, desbotado e sem vida

Da próxima vez que trocares a roupa de cama, verifica se o teu colchão está igual dos dois lados. Se só dormires de um lado da cama, ele vai ter tendência a ficar com uma forma diferente nessa zona. Basta uma pequena deformação para que a tua coluna sofra. Por isso, é muito importante rodá-lo frequentemente.

É barulhento

O teu colchão começa a chiar como uma porta velha sempre que mudas de posição ou te deitas nele? É sinal de que as molas estão a perder a sua eficácia de suporte e adaptação. 

Quando acordas é como se não tivesses dormido

Acordas cansado/a e a sentir que fizeste uma direta? É muito provável que seja o teu colchão o grande culpado. É sinal que já perdeu a sua função, fazendo com que o teu corpo pense que está em cima de uma pedra.

Acordas com dores

O colchão vai perdendo a sua firmeza e adaptação ao teu corpo, desligando-se de uma das funções mais importantes: suportar a tua coluna. Acordas todo/a partido? Então pensa bem nisto.

As tuas alergias estão em alta

Os colchões têm a tendência para acumular pó, pêlo e humidade. São a porta de entrada para as tão temidas alergias. À medida que envelhecem, a sua proteção contra estes agentes é cada vez menor, já que a capa se desgasta bastante, principalmente nas zonas em que te deitas. É por esta razão que deves aspirar, virar e rodar o teu colchão frequentemente.

Pregar olho é um problema

Dás por ti a virar-te de um lado para o outro durante toda a noite? Sentes demasiado calor ou frio? Não consegues encontrar a posição certa e não consegues dormir bem uma noite seguida? 

Isto pode ser sinal de que está na hora de trocar o teu colchão.



Bom colchão = Preço elevado?

Procuramos sempre o “bom e barato", certo? No caso dos colchões não é diferente. Podes achar que não, mas um colchão barato e com qualidade existe!

Muitas vezes, juntar qualidade e necessidade a um bom preço pode parecer uma tarefa complexa, daquelas que nos tiram o sono. Mas não dramatizes, não é difícil! Basta seguires os nossos conselhos.

Na Colmol, podes estar descansado. Todos os nossos colchões aliam a melhor qualidade a um preço justo e simpático para as suas diferentes funções. Só tens que nos dizer quais são as tuas necessidades.

Já pensaste que passas imenso tempo da tua vida em cima do colchão? Demasiado para não lhe dares a importância que ele merece. Por isso é que é tão importante saberes que colchão escolher!

Mas, antes disso, vamos fazer as contas: 

 

Estima-se que, em 10 anos, passamos 3650 dias em cima do nosso colchão. 

Um colchão Colmol custa, em média, 0,28€ por dia!

 

Como escolher o melhor colchão para mim?

Em seguida, vamos dar-te alguns exemplos de colchões low cost Colmol, bem como algumas dicas para que possas comprar o colchão dos teus sonhos. Deves ter em conta:

1. Qual a tua posição preferida para dormir

Gostas de dormir de barriga para cima ou para baixo? Então vais precisar de um colchão de molas, para que o suporte da tua coluna esteja sempre garantido e para que a pressão do teu corpo seja aliviada.

 

Se, por outro lado, gostas de dormir em qualquer posição, precisarás de um colchão com suspensão adaptável ao movimento do teu corpo, para que qualquer mudança de posição seja bem amparada.

 

 

2. Qual a forma como gostas de dormir

Só consegues dormir se te sentires bem envolvido/a? Então deves escolher um colchão de molas ensacadas, que, para além de te dar liberdade de movimentos, vai-te dar a sensação de que o colchão te abraça, mesmo que sejas uma pessoa que não pára quieta enquanto dorme.

 

Mas se isso te é indiferente, podes escolher um colchão de espumaque te vai dar o conforto necessário, sem prejudicar a tua coluna.

 

 

3. Qual a firmeza ideal para ti 

Gostas de dormir em colchões mais duros ou preferes os que são mais moles? Há pessoas que gostam mais de dormir sobre um colchão macio, mas há outras que preferem comprar um colchão com uma firmeza maior para evitar dores de costas.

Por outro lado, um colchão demasiado firme pode prejudicar a circulação, enquanto que um colchão mais macio poderá não ser suficiente para suportar a região lombar e os ombros. É por isso que o segredo é não olhar para o vizinho do lado: o colchão que ele tem pode não ser bom para ti. Foca-te no que precisas e no que te faz dormir bem.

 

4. Se dormes sozinho ou acompanhado

Isto vai fazer toda a diferença. Se dormes sozinho, só tu contas. Com um parceiro, pode não ser fácil conjugar as duas necessidades. É o teu caso? Há solução!

Com um parceiro, vais precisar de um colchão que salvaguarde o sono dos dois. Quando uma das pessoas se mexe, o sono da outra não deve nunca ser interrompido. Foi a pensar nisso que a Colmol desenvolveu várias soluções específicas para este caso, que te vão permitir dormir descansado/a, mesmo que tenhas ao lado alguém com bichos carpinteiros.

 

Se tiveres em conta estas dicas, chegarás ao teu colchão preferido num abrir e fechar de olhos. Podes também fazer o nosso quiz, para que o possas descobrir rapidamente. Experimenta!

Como vês, a relação entre qualidade e preço num colchão não é difícil de conseguir. Connosco podes ter a certeza que vais sair sempre bem servido. Colchões low cost e com qualidade? Temos! 

 

Nunca te esqueças que o melhor colchão vai ser sempre aquele que mais se adequa às tuas preferências. Diz-me que colchão tens e dir-te-ei quem és!

 

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos

pt